Abdominoplastia: Como é o pós-cirúrgico?

A abdominoplastia é uma cirurgia delicada, utilizada em casos de flacidez no abdômen e gordura localizada.  O período de recuperação é essencial para um resultado satisfatório   requerendo bastante repouso, principalmente nos primeiros dez dias, e  dura aproximadamente  três  meses. para estar completo.

Em alguns casos, quando a paciente opta por realizar outros procedimentos cirúrgicos ao mesmo tempo que a abdominoplastia, como a mamoplastia ou lipoaspiração, por exemplo, o tempo de recuperação é maior.

Cuidados após a abdominoplastia

Depois de realizar a cirurgia plástica de abdominoplastia o paciente pode ficar internado por cerca de 24 a 48 horas, período pelo qual ficará sob observação. Habitualmente, após o procedimento, o cirurgião plástico recomenda o uso de alguns remédios para a dor e antibióticos.

Após aproximadamente oito dias o paciente deve retornar à clínica de cirurgia plástica para remover os pontos. Geralmente, durante a recuperação o paciente deve utilizar:

  • Cinta modeladora: A cinta irá proteger a barriga do paciente e evitar o acúmulo de líquidos na região. Deve ser utilizada desde o dia da operação até o 45º dia do pós-operatório e deve ser retirada apenas para o banho ou para a higienização da cicatriz;
  • Meia de compressão: Muito indicada, principalmente quando a abdominoplastia é realizada juntamente à lipoaspiração, a meia de compressão auxilia na circulação sanguínea da região, evitando a formação de trombos. Deve ser retirada apenas para o banho.

O pós-operatório da cirurgia de abdominoplastia requer cuidados especiais com a postura e os movimentos do paciente, principalmente em momentos específicos, como durante o banho, o sono e para se alimentar.

Qual a melhor posição para dormir após o procedimento?

A posição ideal para dormir após a cirurgia de abdominoplastia é de barriga para cima, com as pernas elevadas e flexionadas. Outras posições, como dormir de lado ou de barriga para baixo, podem pressionar o abdômen e prejudicar a cicatrização, além de deixar a região dolorida.

A melhor maneira de dormir é em uma cama articulada, que possibilita a elevação das costas e das pernas. Contudo, caso o paciente não disponha deste tipo de leito, o uso de almofadas e travesseiros rígidos é indispensável para o apoio do tronco e das pernas. Esta posição deve ser seguida por, pelo menos, quinze dias.

Como deve ser o banho?

Ao longo dos três  primeiros dias de recuperação, devido aos curativos e ao uso da cinta modeladora, não é recomendado banho com chuveiro.

Uma pessoa próxima pode auxiliar na higiene durante este período, para lavar parcialmente o restante do corpo sem nenhum esforço a fim de não afetar a cicatrização da cirurgia.

Alimentação pós-operatória

A alimentação após a cirurgia de abdominoplastia é um ponto muito importante para a recuperação completa do paciente. Nas primeiras quatro horas após a cirurgia é necessário ficar em jejum completo para evitar náuseas, visto que se a pessoa chegar a vomitar, o esforço pode abrir o corte.

Cinco horas depois da operação, se a pessoa não apresentou sinais de ânsias ou vômito, é permitido comer torradas e chás. Oito horas após o procedimento o paciente já poderá acrescentar sopa coada à alimentação.

Nos dias seguintes à abdominoplastia as refeições devem ser leves, de preferência compostas de alimentos cozidos ou grelhados, sem molhos ou temperos fortes. É essencial comer frutas e beber muito líquido, principalmente para prevenir complicações intestinais que possam causar dor no abdômen, como a prisão de ventre, por exemplo.

Quando voltar a praticar atividades físicas?

Ao longo dos dois meses de recuperação, para ajudar na circulação e evitar a formação de trombos, é aconselhado que o paciente exercite as pernas de duas em duas horas e massageie duas vezes ao dia, pela manhã e à noite. Se o abdômen não estiver muito dolorido, é permito caminhar devagar.

Caso o paciente deseje retornar à prática de atividades físicas em academias, deve-se esperar 30 dias e iniciar com atividades de pouco impacto, como a caminhada. Exercícios de musculação e abdominais só podem ser feitos após os 90 dias de recuperação e com a autorização do médico especialista em cirurgia plástica.

Quando retornar ao cirurgião plástico?

O médico deve ser procurado sempre que o paciente apresentar complicações, como:

  • Apresentar dificuldades ao respirar;
  • Ter febre;
  • Sentir dores na cicatriz;
  • A dor não amenizar com os remédios receitados pelo especialista;
  • A cicatriz apresentar forte odor;
  • O curativo ficar muito manchado de sangue ou líquido amarelado;
  • O local apresentar inchaço e vermelhidão.

A automedicação não deve ser uma forma de tratamento, portanto sempre que o paciente apresentar sintomas semelhantes aos citados acima, é aconselhado consultar um especialista para que a complicação não provoque problemas mais graves, como uma embolia pulmonar. Apenas o responsável pelo procedimento poderá auxiliar no melhor tratamento.

agende uma consulta