Abdominoplastia: Para quem é indicada?

A cirurgia plástica de abdominoplastia é o procedimento em que é realizada a remoção do excesso de pele e gordura. Em muitos casos também é associada à restauração dos músculos, que podem estar enfraquecidos ou separados (diástase), a fim de proporcionar um abdômen mais tonificado e afinado.

Apesar de ser um procedimento cirúrgico bastante conhecido, muitas pessoas ainda acreditam que a abdominoplastia pode ser empregada como uma forma de emagrecimento rápido, porém essa ideia é equivocada.

Quando o cirurgião plástico indica a abdominoplastia?

Devido à cirurgia estar erroneamente associada ao emagrecimento, as pessoas acreditam que apenas pacientes com sobrepeso são submetidos à abdominoplastia.

Contudo, pessoas dentro do peso ideal e com proporções corporais ideais também podem apresentar flacidez abdominal e excesso de pele na região.

A maioria dos casos atendidos por um cirurgião plástico especialista em abdominoplastia apresenta pelo menos uma das principais causas de flacidez no abdômen:

  • Gravidez;
  • Envelhecimento;
  • Oscilação de peso;
  • Cirurgia prévia, e

Entenda melhor como cada um desses fatores pode gerar a necessidade de um procedimento cirúrgico como a abdominoplastia:

  • Envelhecimento- Com o passar dos anos o organismo sofre muitas alterações físicas e hormonais, podendo ser notadas na textura da pele, que passa a ser cada vez mais flácida. O rosto ainda é considerado o local de maior exposição e, consequentemente, preocupação. Devido a isso é cada vez mais comum a realização de procedimentos que minimizem os efeitos dos sinais avançados de idade, como o lifting frontal, por exemplo. Porém não é apenas o rosto que é afetado pelo envelhecimento. A região abdominal também se torna flácida e a abdominoplastia é uma ótima aliada nesses casos;
  • Gravidez – Após a gestação, devido à necessidade da pele se esticar para comportar o aumento da barriga, é bastante comum que a região abdominal fique bastante flácida e com excesso de tecido. Apesar de muitas mulheres conseguirem recuperar a silhueta após a gestação com a prática de atividades físicas, em alguns casos a pele pode permanecer flácida ou a mulher pode desenvolver diástase (situação em que os músculos do abdômen se separam devido ao desenvolvimento do bebê), sendo necessário optar pela abdominoplastia para recuperar o aspecto da região abdominal;
  • Oscilação de peso- Atualmente a busca pelo corpo ideal leva as pessoas a optarem por dietas e praticarem atividades físicas sem uma orientação adequada, o que pode gerar a oscilação de peso ou o famoso efeito-sanfona. Quando há a perda ou o ganho de peso muito repentino é normal que a região abdominal se torne flácida. Para esses casos também é indicada a cirurgia plástica abdominal;
  • Hereditariedade- As características físicas de um indivíduo, independentemente dos hábitos adquiridos ao longo da vida, sofrem muita influência genética. Com o aspecto abdominal não é diferente. Muitas pessoas apresentam flacidez no abdômen devido à hereditariedade, característica que pode ser corrigida por meio da abdominoplastia.

agende uma consulta