Como fica a alimentação após uma rinoplastia?

O período de recuperação após uma cirurgia plástica pode ser desgastante para o paciente, sendo muito importante seguir as indicações médicas com atenção para ter um pós-operatório mais tranquilo e rápido. Entre os itens que devem receber atenção de pessoas submetidas à cirurgia plástica do nariz é a alimentação após rinoplastia.

Nesse tipo de procedimento os resultados não são imediatos e, portanto, o cuidado com a recuperação influencia inclusive os resultados permanentes, como estética nasal e também cicatrização. Assim, a atenção à alimentação está entre os aspectos que devem receber o devido cuidado. A seguir identificamos como o paciente pode cuidar da dieta nessa fase.

O que comer no pós-operatório imediato?

No dia que permanecer internado após a rinoplastia a dieta do paciente será indicada pela equipe médica responsável, incluindo alimentos líquidos e pastosos em temperatura fria ou ambiente para ajudar na recuperação. Serão evitados alimentos muito gordurosos ou de difícil digestão, garantindo uma base alimentar mais saudável nesse primeiro momento.

Durante os três primeiros dias, os alimentos quentes e muito salgados devem ser evitados para não causar sangramentos ou aumentar o inchaço da região operada. Os sólidos podem ser ingeridos, desde que não causem desconfortos ao paciente durante a mastigação. Dessa forma, será possível uma recuperação mais tranquila e sem agravantes.

E a alimentação após rinoplastia?

Com a alta médica o paciente poderá continuar o repouso em casa, entretanto isso não significa que os cuidados com a alimentação devem ser deixados de lado, pelo contrário, optar por alimentos que ofereçam benefícios para o pós-cirúrgico é uma forma de intensificar os cuidados com a saúde nessa fase, garantindo uma recuperação mais apropriada.

Além de uma boa hidratação, existem diversos alimentos que são benéficos para pacientes que acabaram de realizar uma cirurgia plástica. Entre eles destacam-se: iogurtes, ovos, beterraba, cenoura, manga, tomate, couve, abóbora, abacate, damasco, espinafre, limão, uva, castanha, goiaba, atum, salmão, shitake e shimeji. Esses alimentos possuem funções diferentes e complementares que ajudam o paciente na recuperação. Conheça alguns:

  • o iogurte tem como objetivo equilibrar a flora intestinal;
  • o abacate combate radicais livres e o mau colesterol e possui diversas vitaminas, além de ferro, magnésio, cálcio, potássio e outros;
  • o limão aumenta a absorção de ferro, prevenindo contra a anemia;
  • o ovo é uma fonte rica em proteínas e também tem uma digestão mais fácil.

Esses são alguns exemplos dos benefícios proporcionados por alimentos que devem ser ingeridos depois de uma cirurgia plástica com o objetivo de ajudar na recuperação. Mas, além daqueles alimentos mais benéficos para esse período, também existem aqueles prejudiciais e que devem ser evitados após a rinoplastia, como:

  • chocolate e doces devido alto índice de açúcar e gorduras e por não contribuírem com a digestão;
  • alimentos fermentativos, como repolho, grão-de-bico, lentilha e feijão;
  • carne vermelha;
  • bebidas alcóolicas;
  • cafeína;
  • alimentos ricos em gorduras saturadas ou trans, como ultra processados.

Medidas relacionadas à  alimentação após rinoplastia podem, e devem ser discutidas com o cirurgião plástico responsável pelo caso. Garantir um aporte nutricional adequado é fundamental para a cicatrização adequada e uma recuperação mais tranquila.