O que é bigode chinês e como tratá-lo?

O bigode chinês, também conhecido como sulco nasogeniano, é a linha que tem origem nas asas nasais e vai até o canto dos lábios, sendo formado pela queda da pele e tecidos vizinhos. Apesar de ser uma dobra natural, o bigode chinês vai acentuando com o tempo.

Ainda assim, esse aspecto está relacionado com predisposições genéticas, envelhecimento e flacidez da pele, formato do esqueleto da face e também hábitos nocivos à saúde, como exposição ao sol sem uso de protetor solar, tabaco e ingestão de álcool.

Essa marca de expressão pode aparecer com a pessoa ainda jovem, sendo que aos 20 anos ou mesmo antes já é possível identificá-la e, ao longo da vida, ela torna-se mais expressiva, podendo incomodar bastante mulheres com a idade mais avançada.

Assim, apesar de algumas pessoas acharem a marca charmosa, a maioria das mulheres não fica tão satisfeita, procurando tratamentos que permitam amenizar ou eliminar o bigode chinês.

Como tratar o bigode chinês?

Um dos tratamentos mais indicados para amenizar o sulco nasogeniano é o preenchimento facial com ácido hialurônico sintético. Essa substância é produzida pelo organismo humano, sendo responsável pela hidratação da pele, mas após os 25 anos a produção natural diminui, o que torna o tratamento estético desejado para manter a pele vistosa.

Além da função de preenchedor, o ácido hialurônico é responsável por atrair água para a região na qual é aplicado, promovendo também a hidratação da pele.

Para realizar o tratamento, a paciente deve procurar por um cirurgião plástico de confiança que faça a aplicação da substância. Por ser natural, ela é absorvida pelo organismo, o que faz com que os resultados durem entre 9 e 18 meses, dependendo da marca e tipo do produto e tratamento realizado.

Existem riscos associados à aplicação do ácido hialurônico?

A aplicação do ácido hialurônico para tratar o bigode chinês é muito segura além de poder ser revertida caso, por exemplo, o resultado não seja satisfatório para a paciente. A aplicação de hialuronidase degrada a substância e elimina os efeitos, quase que instantaneamente. .

É importante ressaltar que não é possível tratar o bigode chinês com a aplicação da toxina botulínica, popularmente conhecida como Botox. Isso porque a função da toxina no organismo é a paralisia temporária do músculo, o que não auxilia no tratamento de sulcos.

O ácido hialurônico, por sua vez, promove o preenchimento do espaço entre as células, hidratação da região da aplicação e reforço da estrutura da face.

Apesar da segurança e bons resultados obtidos com a aplicação do ácido hialurônico no tratamento de bigode chinês, deve-se atentar à qualificação do médico responsável pelo procedimento, que deve ser um cirurgião plástico ou dermatologista.

A aplicação pode ser realizada em ambulatórios e clínicas, sendo usado um anestésico tópico para amenizar os desconfortos da aplicação.