Blefaroplastia: Cirurgia plástica das pálpebras

A pálpebra, pele fina ao redor dos olhos, é a primeira área da face a evidenciar os sinais do envelhecimento.  A blefaroplastia é o procedimento realizado para rejuvenescer a região dos olhos, eliminando bolsas de gordura a flacidez.

De acordo com o cirurgião plástico Mário Farinazzo, a intervenção é a mais procurada por mulheres a partir dos 40 anos. Porém, homens também recorrem à operação. Segundo publicação do Jornal do Brasil, 30% dos pacientes correspondem ao público masculino.

Basicamente, as técnicas da cirurgia da pálpebra consistem em:

  • Retirar o excesso de pele e bolsas de gordura;
  • Reposicionar estruturas;
  • Preencher sulcos e deformidades;

O especialista explica que na maioria dos casos a operação é solicitada para finalidades estéticas, mas também pode ser indicada por outras questões. “Pacientes que apresentam diminuição do campo de visão também são candidatos à blefaroplastia”, informa. A ptose palpebral é uma patologia na qual o indivíduo apresenta queda  das pálpebras superiores. Pode ser de um ou ambos os lados.

Antes de programar a cirurgia, o profissional analisa fotos antigas do paciente para preservar a forma antiga e, assim, obter o resultado mais natural possível. “Essa prática é imprescindível para não descaracterizar o cliente”, relata.

O cirurgião diz que em alguns casos as deformidades ocorrem por conta da queda de toda a região frontal (testa). Nessas circunstâncias é preciso analisar a necessidade de outros procedimentos em conjunto com a blefaroplastia, como por exemplo, o lifting (levantamento) frontal.

Pós-operatório da cirurgia de blefaroplastia

As incisões são planejadas em sulcos naturais para que as cicatrizes não fiquem evidentes. Em geral, após  marcação,  retira-se o excesso de pele e bolsas de gordura fechando-se as incisões em seguida. A duração média da cirurgia plástica é de duas horas e a anestesia é geral ou local com sedação.

Entre os principais cuidados pós-operatório estão:

  • Compressa com água fria;
  • Dormir com a cabeceira da cama elevada;
  • Utilizar colírio lubrificante;
  • Evitar esforço físico;
  • Não se expor ao sol;
  • Retorno ao trabalho entre 7 e 15 dias.

Assim como em qualquer procedimento cirúrgico é muito importante procurar um médico da sua confiança. Uma cirurgia de blefaroplastia malfeita pode acarretar uma série de problemas. Por isso, opte por cirurgiões plásticos com experiência na área e que sejam membros da Sociedade Brasileira De Cirurgia Plástica.

 Contato Mário Farinazzo