Categorias

    A blefaroplastia, ou cirurgia plástica das pálpebras, é uma intervenção cirúrgica buscada por pessoas que desejam corrigir características do contorno dos olhos, a fim de conquistar uma aparência mais jovial.

    Devido a pálpebra possuir a pele mais fina de todo o corpo humano, ela demonstra os sinais de idade antes das demais. A cirurgia de blefaroplastia é mais procura por pessoas à partir dos 40 anos, mas pode ser realizada antes dessa idade.

    Como é realizada a cirurgia de blefaroplastia?

    Antes de tudo é essencial realizar uma consulta com um cirurgião plástico a fim de esclarecer todas as dúvidas e identificar se o procedimento é possível e indicado para o caso.cirurgia plástica da pálpebra

    Na consulta o especialista em cirurgia plástica irá analisar as condições clínicas do paciente, que deverá expor as suas expectativas e necessidades em relação à cirurgia. É recomendado que a pessoa leve uma fotografia antiga para auxiliar o especialista a conhecer como eram os olhos do interessado, a fim de atingir um resultado mais natural.

    O procedimento pode ser dividido em três processos:

    1. Delimitação da área: Durante o procedimento, são marcadas as regiões das pálpebras superiores e/ou inferiores que receberão o corte.
    2. Cortes: É realizada a incisão, seguida da retirada do excesso de pele e de tecido adiposo das áreas, e
    3. Costura da pele: A união das camadas de pele e o fechamento por meio de costura.

    Em alguns casos é necessário associar outras técnicas de cirurgias plásticas ao procedimento, como preenchimentos próximos aos ossos da órbita ou pontos no tarso (camada de pele onde se encontram os cílios) para reposicionamento em caso de flacidez.

    cirurgia de blefaroplastiaPara quem a cirurgia de blefaroplastia é indicada?

    Este procedimento estético é indicado para adultos, homens e mulheres, que apresentem músculos e tecidos da face saudáveis. É muito procurado por pessoas que apresentem quadros específicos, como:

    • Flacidez na pele ao redor dos olhos;
    • Pálpebras caídas;
    • Presença de bolsas na região inferior aos olhos;

    Esses problemas são mais comuns em pessoas acima dos 40 anos de idade, porém alguns deles são hereditários, portanto podem aparecer mesmo na juventude.

    Onde realizar o procedimento?

    Assim como qualquer procedimento cirúrgico, é essencial procurar um especialista no caso de interesse em blefaroplastia.

    É importante se identificar com o profissional que irá realizar a cirurgia. Por ser uma região muito exposta, uma cirurgia mal realizada pode causar muito constrangimento. Procure um cirurgião plástico da sua confiança.

    agende sua consulta

    A pálpebra, pele fina ao redor dos olhos, é a primeira área da face a evidenciar os sinais do envelhecimento.  A blefaroplastia é o procedimento realizado para rejuvenescer a região dos olhos, eliminando bolsas de gordura a flacidez.

    De acordo com o cirurgião plástico Mário Farinazzo, a intervenção é a mais procurada por mulheres a partir dos 40 anos. Porém, homens também recorrem à operação. Segundo publicação do Jornal do Brasil, 30% dos pacientes correspondem ao público masculino.

    Basicamente, as técnicas da cirurgia da pálpebra consistem em:

    • Retirar o excesso de pele e bolsas de gordura;
    • Reposicionar estruturas;
    • Preencher sulcos e deformidades;

    O especialista explica que na maioria dos casos a operação é solicitada para finalidades estéticas, mas também pode ser indicada por outras questões. “Pacientes que apresentam diminuição do campo de visão também são candidatos à blefaroplastia”, informa. A ptose palpebral é uma patologia na qual o indivíduo apresenta queda  das pálpebras superiores. Pode ser de um ou ambos os lados.

    Antes de programar a cirurgia, o profissional analisa fotos antigas do paciente para preservar a forma antiga e, assim, obter o resultado mais natural possível. “Essa prática é imprescindível para não descaracterizar o cliente”, relata.

    O cirurgião diz que em alguns casos as deformidades ocorrem por conta da queda de toda a região frontal (testa). Nessas circunstâncias é preciso analisar a necessidade de outros procedimentos em conjunto com a blefaroplastia, como por exemplo, o lifting (levantamento) frontal.

    Pós-operatório da cirurgia de blefaroplastia

    As incisões são planejadas em sulcos naturais para que as cicatrizes não fiquem evidentes. Em geral, após  marcação,  retira-se o excesso de pele e bolsas de gordura fechando-se as incisões em seguida. A duração média da cirurgia plástica é de duas horas e a anestesia é geral ou local com sedação.

    Entre os principais cuidados pós-operatório estão:

    • Compressa com água fria;
    • Dormir com a cabeceira da cama elevada;
    • Utilizar colírio lubrificante;
    • Evitar esforço físico;
    • Não se expor ao sol;
    • Retorno ao trabalho entre 7 e 15 dias.

    Assim como em qualquer procedimento cirúrgico é muito importante procurar um médico da sua confiança. Uma cirurgia de blefaroplastia malfeita pode acarretar uma série de problemas. Por isso, opte por cirurgiões plásticos com experiência na área e que sejam membros da Sociedade Brasileira De Cirurgia Plástica.

     Contato Mário Farinazzo


      Fatal error: Call to undefined function html5wp_pagination() in /home/mario870/public_html/wp-content/themes/inovado_2.0/pagination.php on line 3