O que é mentoplastia?

A mentoplastia é o nome dado à cirurgia plástica que visa corrigir o tamanho e a forma do queixo. É uma técnica muito realizada em conjunto com a rinoplastia, pois as duas estruturas são muito importantes para um perfil equilibrado da face.

Também conhecida como cirurgia plástica do queixo e genioplastia, a técnica pode avançar, recuar ou corrigir assimetrias da estrutura.

Para isso, o cirurgião realiza um remodelamento ósseo ou utiliza implantes de silicone pré moldados.

Quando a cirurgia de mentoplastia é indicada?

Existem diversas situações para as quais a mentoplastia é indicada, mas em todos os casos o objetivo é torná-lo mais equilibrado ao restante da face.  É preciso realizar uma avaliação detalhada  com o especialista em cirurgia plástica antes de se submeter à mentoplastia.

Na consulta, será realizada uma análise do queixo e sua relação com as demais estruturas da face para então, o cirurgião plástico indicar a cirurgia.

Durante a análise do profissional é possível classificar o queixo do paciente como:

  • Proeminente – macrogenia: quando o queixo é desproporcionalmente maior;
  • Deficiente – microgenia: quando é considerado menor do que o ideal para as proporções faciais do paciente, e
  • Assimétrico: situação em um dos lados  do mento apresenta-se proeminente ou deficiente, gerando assimetria na face.

A avaliação do especialista é fundamental para saber quais serão os procedimentos necessários para a cirurgia plástica de mentoplastia, como, por exemplo, se será indicada uma remodelação do osso, assim como se há a necessidade de associar a técnica a outros procedimentos.

Existem casos em que o especialista em cirurgia plástica indica a realização de outras técnicas juntamente à plástica do queixo, como a rinoplastia, a fim de gerar uma melhor proporção ao rosto, ou a lipoaspiração, para os casos em que há acúmulo de gordura na região do pescoço e mal definição da mandíbula

Como a cirurgia de mentoplastia é realizada?

A mentoplastia de aumento, que pode ser realizada por meio da inclusão de próteses (silicone, polietileno) avanço da estrutura óssea ou enxerto de tecido adiposo, o cirurgião plástico realiza uma incisão (corte)  na região inferior do queixo ou pelo lado interno da boca.

Para os casos em que se utiliza uma prótese de silicone, é realizada uma abertura de 2-3 cm, em uma dobra logo abaixo do queixo, por onde a mesma será introduzida e fixada.

Quando a conduta inclui a remodelação ou reposicionamento do  osso, como ocorre para os casos de mentoplastia redutora, o cirurgião plástico adéqua o formato do osso  o fixa na posição ideal utilizando mini-placas e parafusos de titânio. Essa técnica, que inclui osteoplastia (alterações na estrutura óssea do paciente) é considerada mais invasiva, mas mais definitiva

É importante ressaltar que, mesmo que o paciente realize diversas pesquisas sobre o assunto e encontre casos esteticamente muito parecidos com o dele, apenas a avaliação de um especialista poderá confirmar qual método é indicado.

Caso esteja considerando optar pela cirurgia plástica do queixo, converse com um cirurgião plástico de confiança.

agende sua avaliação de rinoplastia