Como o ácido hialurônico funciona?

O ácido hialurônico é a substância utilizada em procedimentos de rejuvenescimento facial. Trata-se de uma substância idêntica à produzida pelo próprio corpo e que tem como função principal dar sustentação à pele.

Com o envelhecimento, essa substância tem sua produção diminuída pelo corpo o que colabora para o aparecimento de sulcos, rugas e aquele aspecto de “queda” sendo o ácido hialurônico injetável, uma ótima opção para redefinir um contorno facial mais atraente e rejuvenescido.

O preenchimento facial com ácido hialurônico pode ser realizado no próprio consultório médico e tem um tempo médio de 30 minutos, dependendo do tipo de aplicação. O procedimento deve ser conduzido por um cirurgião plástico ou dermatologista, que são os profissionais com mais conhecimentos sobre a anatomia e estética facial, o que pode trazer melhores resultados .

Como o ácido hialurônico age no rosto?

O ácido hialurônico é produzido naturalmente pelo organismo humano e está presente principalmente em articulações, cartilagens e na pele. Ele é um tipo de açúcar chamado de polisacárido tipo glicosaminoglicano. Entretanto, o corpo não estoca essa substância e com o avanço da idade sua produção cai consideravelmente. .

Esses desequilíbrios começam a aparecer, em média, aos 40 anos, prejudicando a aparência da pele e tornando-a mais ressecada

A atrofia natural dos “coxins gordurosos” como os da maçã do rosto ou dos que ficam ao redor dos olhos   e a perda da elasticidade e hidratação da pele são os fatores chaves que explicam o surgimento de sulcos, rugas e aquele aspecto de face “desabada”.

Por sua versatilidade e características biológicas a aplicação do ácido hialurônico pode contornar grande parte destas alterações acima mencionadas. Além de dar volume nas regiões onde ele foi perdido(atrofia), ele atrai a água, garantindo uma pele mais túrgida e macia.

Ácido hialurônicopode ser aplicado na derme superficial, derme profunda, no tecido subcutâneo ou em planos mais profundos. Para tal, o cirurgião plástico conta com diferentes dimensões e calibres de agulhas e cânulas que são usadas no procedimento. O profissional deve ter um conhecimento amplo da anatomia da face, de forma que a substância deve ser injetada nos pontos exatos de interesse.

Tratamentos como o preenchimento facial têm uma durabilidade menor em relação às cirurgias plásticas. A duração vai depender do tipo de produto e local de aplicação. Normalmente, técnicas para volumização da face tem duração média de dois anos, enquanto tratamentos para rugas mais finas têm uma permanência entre 8 e 10 meses.

Vale lembrar que parte do efeito da aplicação é prolongado como o aumento da hidratação e melhora da textura da face.

Quando optar pelo preenchimento facial?

Existem diversos motivos para realizar um tratamento com o ácido hialurônico. As recomendações mais recorrentes são para casos como:

  • rugas finas na face;
  • rugas localizadas próximas da boca e dos lábios,
  • amenizar a aparência de cicatrizes;
  • preenchimento labial para aumentar o volume dos lábios;
  • sulcos localizados no canto da boca e intralabiais;
  • melhora do volume facial, como nas ocorrências de “bochecha murcha”;
  • surgimento de sulcos, como o sulco nasogeniano, conhecido também como “bigode chines”;
  • remodelamento da maçã do rosto, chamado de preenchimento malar;
  • preenchimento para olheiras.
  • Elevação das sobrancelhas,
  • Rejuvenescimento íntimo(pequenos lábios murchos)
  • Rejunescimento do lóbulo das orelhas

Enfim, a aplicação do ácido hialurônico pode ser feito tanto para correção de pequenas alterações como aumento do volume e melhora do contorno dos lábios, como para o rejuvenescimento da face completa e acaba agradando pacientes de todas as faixas da idade adulta.

Como qualquer procedimento não é isento de riscos, lembre-se sempre de procurar um cirurgião plástico de confiança.