Como é realizada a gluteoplastia?

A gluteoplastia é a cirurgia plástica que visa aumentar, dar firmeza ou remodelar a região dos glúteos, sendo um dos procedimentos mais procurados no Brasil. O clima tropical e a paixão nacional pelas praias estão entre as razões que levam cada vez mais pessoas a buscar por interferências estéticas desse tipo.

No caso da gluteoplastia, o procedimento pode ser realizado para diferentes fins, como aumentar as proporções dos glúteos, tornar a região mais firme ou remodelar sem o uso de prótese. O objetivo da paciente irá determinar como será realizada a operação.

No Brasil, a procura pela gluteoplastia teve um crescimento significativo desde 2010, aumentando em 60% desde então.

Entre as razões que tornaram o procedimento mais procurado, destaca-se a modernização das técnicas utilizadas, que torna o resultado mais satisfatório, diminuindo os riscos de complicações e tornando o pós-operatório mais tranquilo.

Quais são os tipos de gluteoplastia?

A gluteoplastia pode ser de três tipos, de acordo com os objetivos da paciente ao realizar o procedimento. São eles:

  • Lipoaspiração: realizada com o objetivo de tornar o contorno da região mais estético, consiste na remoção de gordura localizada nos glúteos;
  • Inclusão de próteses de silicone: também chamada de gluteoplastia de aumento, é caracterizada pela inserção de uma prótese de silicone específica para a região;
  • Lipoenxertia: procedimento para remodelagem da área, consiste na inserção de gordura retirada da própria paciente.

O tipo de intervenção escolhida irá influenciar desde como o procedimento será realizado até mesmo nos cuidados durante o período pós-operatório e o tempo necessário para a recuperação da paciente.

De acordo com o caso, a avaliação do cirurgião plástico e o desejo da paciente, também é possível associar técnicas visando obter um resultado que atenda melhor às expectativas da paciente.

A possibilidade de associação, no entanto, deve ser avaliada com o especialista responsável.

Como funciona a gluteoplastia?

Como todo procedimento cirúrgico, a gluteoplastia tem início com uma avaliação que deve ser agendada com o cirurgião plástico para determinar qual o melhor procedimento e conhecer os objetivos da paciente com a intervenção.

Serão solicitados alguns exames cardiológicos, radiológicos e de sangue para que o especialista possa conhecer o quadro de saúde da paciente.

Após a avaliação e realização dos exames, é marcada a data do procedimento já com a definição do tamanho da prótese, caso seja a gluteoplastia de aumento.

Neste caso, a prótese de gel de silicone é inserida dentro do músculo glúteo  por meio de uma incisão no sulco glúteo, que torna a cicatriz bem discreta.

No caso da lipoaspiração, a gordura localizada na região é retirada por meio de pequenas incisões que proporcionam cicatrizes quase imperceptíveis e tornam o resultado mais satisfatório para a paciente.

Caso seja realizada a lipoenxertia para aumentar e remodelar a região, é usada gordura extraída da região abdominal, abaixo do umbigo, da face interna dos joelhos ou mesmo da região lombar, visto que são as mais indicadas para realização do procedimento.

Pela possibilidade considerável de perda l da gordura injetada (30 a 50%), o cirurgião plástico pode optar pelo enxerto de um volume maior =para atingir o resultado desejado..

O cirurgião plástico é o profissional indicado para realizar todo o acompanhamento da gluteoplastia, desde a avaliação inicial, opção pelo tipo de procedimento, realização da cirurgia e acompanhamento pós-operatório. Portanto, é fundamental a escolha de um especialista de confiança e que seja membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

CTA3