Mamoplastia de aumento pode interferir na amamentação?

Durante a gestação a amamentação é uma das dúvidas constantes das futuras mamães, principalmente para aquelas que já realizaram a cirurgia plástica de aumento das mamas (mamoplastia de aumento) e têm prótese de silicone.

Dúvidas como “conseguirei amamentar meu bebê normalmente?” ou “vou produzir menos leite porque tenho a prótese?” são muito comuns.

Saiba mais sobre a relação entre a cirurgia e o aleitamento materno.

A mamoplastia de aumento interfere na amamentação?

De acordo com a maioria dos estudos na área não é possível afirmar que a mamoplastia seja um problema para a amamentação.

Desta forma, tanto a mamoplastia redutora quanto a mamoplastia de aumento (prótese) pode ser realizada antes do período gestacional, sempre lembrando que informar a importância de amamentar e encorajar as novas mamães é fundamental.

De qualquer forma, é pertinente que a paciente informe ao cirurgião plástico que possui o desejo de engravidar, bem como quais são as expectativas dela com a cirurgia, para que ele escolha a melhor técnica e esclareça todas as dúvidas.

É importante reforçar que, assim como em mulheres que não têm prótese mamária, após a gestação e amamentação, os seios podem ficar flácidos, diminuir de tamanho ou até ficar de tamanhos diferentes.

Portanto, é bastante comum que, após amamentar, a paciente procure novamente o cirurgião plástico. Nestes casos, a cirurgia mais realizada é a mastopexia (elevação das mamas), pois deverão ser retirados também excessos de pele.

mamoplastiaE após amamentar, qual a melhor cirurgia para as mamas?

Ao longo da gestação, uma das principais mudanças físicas pela qual o organismo feminino passa é o aumento das mamas devido à produção do leite materno.

É possível que, nesta fase, mulheres que têm seios pequenos descubram um tamanho de mama ideal para seu corpo e optem por realizar a mamoplastia de aumento

Existem também os casos em que, após o período de amamentação, os seios ficam flácidos, pois a pele que foi ”esticada” devido ao aumento da mama, não retrai totalmente e a mulher opte por realizar a mamoplastia de aumento juntamente com a mastopexia.

Para ambos os casos a mamoplastia de aumento pode ser recomendada, mesmo que a mulher tenha planos de engravidar novamente alguns anos à frente.

Esperar ou realizar a mamoplastia de aumento antes de ter filhos?

Essa escolha depende exclusivamente da paciente, mas o mais observado nos consultórios é a realização da mamoplastia de aumento antes da gravidez.

A decisão deve levar em consideração o quanto o aumento da autoestima ocasionado pela cirurgia pode aumentar a qualidade de vida naquele momento.

Lembrando que colocar uma prótese de mama aos 20 anos não significa que deverá se submeter a outra cirurgia aos 45 anos.

Caso a paciente opte por realizar o procedimento apenas depois de se tornar mãe, é aconselhado uma espera de cerca de seis meses após a parada da amamentação além de outras orientações do cirurgião plástico.

Entre-em-contato