Mitos e verdades sobre a lipoaspiração

A lipoaspiração é um procedimento cirúrgico que tem o objetivo de retirar a gordura de áreas específicas do corpo por meio de uma cânula de sucção.

A cirurgia pode ser classificada como pequena, média ou grande, variando a partir da quantidade de gordura que será retirada.

Ela consiste basicamente na introdução de cânulas através da pele, que irão aspirar o tecido adiposo por meio de um sistema de vácuo.

Os principais candidatos para a cirurgia são pessoas que possuem gordura localizada e não conseguiram eliminá-la através de dietas e atividades físicas.

Nestes casos, a cirurgia de lipoaspiração entra em cena como uma forma de retirar este excedente, dando ao corpo melhor contorno e simetria.

No Brasil, a lipoaspiração corresponde a um dos métodos mais requisitados por pacientes em consultórios de cirurgia plástica. A grande procura é explicada pela eficiência da técnica quando bem indicada e executada.

No entanto, ainda que seja um dos procedimentos mais conhecidos no país, ainda é comum que pessoas tenham dúvidas e receios sobre a sua realização.

O que saber sobre a lipoaspiração:

Somente o cirurgião plástico pode fazer a cirurgia?

A lipoaspiração requer cuidado mesmo nas mãos dos mais experientes. Seja para não causar danos estéticos ou mais graves ao paciente.

O Conselho Federal de Medicina, através da resolução 1.711, estabelece que a lipoaspiração deve ser realizado por profissional com formação em cirurgia geral e treinamento específico na técnica.

Uma boa forma de se proteger é pesquisando se o profissional é membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

A lipoaspiração é perigosa?

Assim como toda cirurgia, a lipoaspiração tem seus riscos.  Em mãos experientes e realizada dentro dos limites preconizados, a cirurgia é segura.

Lembrando que os relatos de problemas com lipoaspiração veiculados na imprensa, ocorrem nas mãos de cirurgiões sem a formação específica, é fundamental que, antes de se submeter à técnica, o paciente procure um cirurgião plástico membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

Além disso, é importante relatar todo histórico de saúde para um preparo adequado antes da cirurgia.

A lipoaspiração com anestesia local é mais segura que a lipoaspiração com anestesia geral?

A segurança da cirurgia está relacionada a um conjunto de fatores, e a anestesia é apenas um deles. A anestesia local com sedação   pode ser usada em caso de procedimentos pequenos.

Em todos os outros, a anestesia geral ou a raquianestesia e peridural são mais indicadas e seguras.

Existe alguma diferença entre lipoescultura e lipoaspiração:

Sim. Enquanto na lipoaspiração a gordura indesejada é retirada e descartada, na lipoenxertia essa gordura é reaproveitada em outras regiões como glúteos, mamas ou face.

O pós operatório da lipaospiração é muito doloroso?

A dor após uma lipoaspiração é controlada com o uso de medicamentos e cuidados específicos, como a drenagem linfática.

Desta forma, o pós operatório pode ser muito bem administrado. A dor é proporcional ao tamanho da área aspirada e à localização destas áreas. A dor é pior ao movimento e nos primeiros três dias após a cirurgia.