O que é a rinoplastia secundária?

Chamada também de rinoplastia de revisão ou de correção, a rinoplastia secundária é indicada para pacientes que já realizaram uma ou mais cirurgias plásticas de nariz e não tiveram as suas expectativas estéticas ou funcionais atendidas como gostariam.

Devido às características anatômicas do nariz já terem sido modificadas anteriormente, ao se submeter a uma rinoplastia secundária é preciso procurar um cirurgião plástico experiente e com conhecimentos específicos em cirurgias plásticas nasais.

rinoplastia secundaria

Quando a rinoplastia secundária é indicada?

Existem dois casos mais frequentes nos quais é indicada a realização de uma rinoplastia secundária. São eles:

  • Insucesso da primeira rinoplastia: casos nos quais o primeiro procedimento não foi bem executado, deixando sequelas estéticas (ex: assimetrias das narinas, tortuosidades, ponta muito levantada, dorso muito baixo) e sequelas funcionais (ex: insuficiência das válvulas nasais internas e externas) e
  • Insatisfação do paciente com a primeira cirurgia: quando não existem erros técnicos, mas o paciente não gosta do resultado final. Geralmente isso ocorre quando existe falha de comunicação entre o cirurgião e o paciente quanto ao resultado a ser atingido.

Por isso, é importante salientar que a expectativa do paciente com a primeira rinoplastia deve estar muito bem alinhada `as opções e possibilidades aventadas pelo cirurgião plástico responsável pelo procedimento, a fim de evitar descontentamentos. Para isso, é essencial realizar a avaliação prévia completa de rinoplastia.

(Saiba mais como é realizada a avaliação de rinoplastia).

Para se ter certeza que a rinoplastia secundária é o melhor procedimento para o paciente é preciso que o especialista rinoplastia avalie se existe uma condição adequada para realizar a correção.

Depois de quanto tempo após a primeira rinoplastia pode ser feita a secundária?

Não existe um tempo ideal pré-determinado para recorrer à cirurgia de revisão, principalmente porque cada procedimento possui seu tempo próprio de recuperação que deve ser respeitado e aguardado antes de optar por um segundo procedimento. Contudo, de uma maneira geral, não se opera antes de um ano após o primeiro procedimento.

Ao notar a necessidade de uma rinoplastia secundária é preciso buscar um cirurgião plástico de confiança e com experiência, que fará um exame completo da região e solicitará os exames pertinentes ao caso.

Afinal, a rinoplastia secundária é um procedimento diferente da convencional, pois a presença de tecido  cicatricial da primeira rinoplastia e a diminuição da oferta de cartilagem  exige  muito mais conhecimento e destreza por parte do profissional.

Agende uma avaliacao - rinoplastia