Entenda os tipos de rinoplastia

As cirurgias do nariz, ou rinoplastia, podem ser realizadas para diversas finalidades e cada uma das cirurgias requer uma especialidade, estudo e procedimentos próprios. Nesse artigo, entenda um pouco mais sobre os principais tipos de rinoplastia.

Rinoplastia estética

Pelo fato de o nariz ocupar uma posição central, seu aspecto tem grande impacto na percepção geral da face. A estética é o principal motivo pelo qual os pacientes procuram a cirurgia de rinoplastia. Nesta cirurgia, é possível ajustar proporções do nariz em relação às outras estruturas da face e às próprias subunidades do nariz (asa nasal, giba, ponta etc.) criando um conjunto mais leve e harmônico.

Rinoplastia funcional

Nesse tipo de procedimento, o foco é recuperar ou otimizar a função respiratória. Problemas funcionais no nariz podem afetar imensamente a qualidade de vida do paciente e a saúde de modo geral.  Os principais problemas são o desvio de septo e cornetos muito grandes (“carne esponjosa”).

Rinoplastia étnica

Cada grupo étnico apresenta traços específicos, inclusive no formato do nariz e a rinoplastia étnica tem por objetivo melhorar a forma do nariz sem alterar de forma exagerada estes traços. A ideia é manter suas características individuais deixando-as mais equilibradas. Para isso, o cirurgião deve conhecer muito bem a anatomia de cada grupo e as possibilidades de melhora mais certeiras.

Rinoplastia secundária

Dentro do universo da cirurgia plástica, as rinoplastias são consideradas cirurgias complexas. Seja pela dificuldade técnica e pela posição de destaque do nariz, muitas vezes são necessárias cirurgias complementares ao primeiro procedimento para atingir o resultado tão desejado pelo paciente e pelo profissional. Nestes casos, parte-se para as chamadas rinoplastias secundárias.

Rinoplastia reconstrutiva

Em muitos casos, pode ser necessária a total reconstrução da estrutura nasal de um paciente, seja por doenças ou, principalmente, por traumas causados em acidentes. Essa cirurgia é realizada a partir de tecidos do próprio paciente e eventualmente, materiais aloplásticos (industrializados). O objetivo é devolver uma aparência estética aceitável e principalmente melhorar a função respiratória.

Marque sua consulta na clínica de cirurgia plástica | Mario Farinazzo